Respira

Respira, parceiro, respira e segue a porra da vida sozinho como sempre foi. A real é que ninguém se importa, ninguém liga e todo mundo age como se você fosse forte e aguentasse tudo numa boa. Fazer o que né? Muro resistente é o que aguenta pancada e continua lá firme. Forte, né isso que você é? Então engole seco mesmo, deixa descer rasgando tudo por dentro, e segue a vida sangrando internamente, porém mantenha-se sempre sorrindo por fora, parece que é isso que importa.

Acorde assustado com o cheiro de sangue que teima em subir garganta acima, indicado que algo não tá certo, lave o rosto, vista o seu melhor sorriso apático e siga fazendo o que tem que ser feito, sem esquecer de responder que tá tudo bem. Você é mais que tudo isso, lembre-se! Não é a primeira vez que você tomba e não será a última, e agora você já tá acostumado, consegue se reerguer com facilidade, né? Tá no lucro, não reclame.

Não pare, ok? Apenas não pare e continue em direção àquilo que você quer. Se achar necessário, isole-se alguns dias; se achar necessário, retorne ao meio da multidão e observe com atenção tudo aquilo que você não quer se tornar. Você é mais que tudo isso, lembre-se!

A verdade é que eles querem estar perto o suficiente para enxergarem o seu sorriso e sentirem-se aliviados por estar tudo bem; e longe o bastante para que não percebam o odor de sangue que brota do seu interior, sinal mais que o suficiente de que não, você não tá nada bem.