Se eu parar

O problema é que durante algum momento coloquei na cabeça que um dia vou morrer, e nada fará diferença. Não importa qual o meu carro, qual a minha casa, qual a minha profissão, o que eu visto ou o que eu como, no fim a morte é certa e tudo carrega um ar banal, sem a menor importância.

Todo santo dia, durante algum momento, surge a mesma questão na minha mente:

– Se morrerei um dia, qual o intuito de conquistar algo? Pra que abrir mão da minha paz? Qual a finalidade de tanto esforço?

A resposta geralmente é a mesma, porém serve:

– Se eu parar de correr atrás de algo, eu morro hoje.