Que você use a vida pra buscar a perfeição de si mesmo

E a perfeição de uma goiabeira é dando goiaba; de Salvador Dalí é pintando; de César Cielo são os 50m livres.

Quando isso acontece, Aristóteles chamará de EXCELÊNCIA. Quando você a cada dia tira o que de melhor a tua natureza autoriza tirar. A excelência é a busca diária de perfeição e, portanto, uma superação de si mesmo. É isso que conferirá à vida o seu colorir, a sua felicidade.

O contrário disso é empurrar a vida com a barriga, de costas para a sua natureza você não terá ideia de qual seja a sua praia. E mesmo tendo a ideia, você se acovardou porque alguém disse pra você que fazendo aquilo você não ganharia dinheiro, não conseguiria ficar rico, morreria na indigência.

Então você preferiu viver a vida que os outros mandaram. E por ser assim, a sua vida nada tem a ver com a sua natureza. Você tá preparado pra dar goiaba, mas disseram que o grande barato em você é dar jabuticaba, pois a jabuticaba tá com o preço alto no mercado.

Então você é uma goiabeira tentando dar jabuticaba. Como não rola, cada dia é insuportável de ser vivido. E você acorda na segunda-feira já torcendo para que ela acabe. Na terça, já começa a torcer para que a semana acabe. E quando a semana acabar, você chamará de “happy hour”, a “hora feliz”, a hora que o trabalho acaba.

E isso não lhe choca? No mundo inteiro as pessoas chamam de felicidade a hora que o trabalho acaba, não parece estranho?

Você dizer que a hora feliz é sexta-feira às 18 horas, na hora que o trabalho acaba, é dizer que não há nenhuma chance do trabalho ser feliz… Pois então troque de trabalho!

“Ah, mas o trabalho não foi feito pra ser feliz.”

Quem foi o imbecil que te disse isso?

Você sabe que se a nossa vida tiver alguma chance de ser feliz é aqui (agora), não depois. Porque é aqui que eu vou fazer melhor que ontem, melhor que na semana passada, melhor do que eu jamais fiz.

Longe de torcer pra passar logo, eu lamento que cada segundo tenha passado, pois é um segundo a menos em busca da perfeição.

Texto transcrito da fala do professor Clóvis de Barros Filho

Vídeo/Música: Tove Lo – Habits (Stay High) – Hippie Sabotage Remix

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here